Matrix ao vivo no Multishow

Molejo
Molejo

Quem samba com Molejo, samba diferente… e pode sambar ao vivo pela Multishow no próximo dia 14 de março. A banda, que completa 25 anos de estrada, vai se apresentar na Matrix Music Hall com estrutura para Brasil e mundo inteiro assistirem.

Aliás a casa já tem agenda de samba e pagode para o primeiro semestre todo: Turma do Pagode toca em 30 de abril, Nosso Sentimento em 15 de maio e Sorriso Maroto será no dia 06 de junho.

O Molejão fez grande sucesso na década de 90 com as músicas “Caçamba”, “Brincadeira de Criança”, “Dança da Vassoura”, “Samba Rock do Molejão”, “Paparico”, “Cilada”, Clínica Geral, “Ah Moleque”, “Samba Diferente”, “Pensamento Verde”, “Assim Oh”, etc. Eles deram uma sumida depois de 2006, mas desde 2010 deram a volta por cima, mudaram componentes e estão aí! Na mesma noite também se apresenta a funkeira Ludmilla.

#VemGuido

Ensaio dos doutores Paulo e Karla Lessa, pais da Mariah, à espera de Guido. O baby boy deve nascer na noite desta terça-feira (3) (Crédito: Weslley Joviniano)
Ensaio dos doutores Paulo e Karla Lessa, pais da Mariah, à espera de Guido. O baby boy deve nascer na noite desta terça-feira (3) (Crédito: Weslley Joviniano)
Juana Zanchetta e banda no bloco "Namoro, mas não caso". Foi a apresentação de despedida da sambista capixaba, que ouviu o coração e foi para São Paulo fazer residência em obstetrícia - sua outra paixão. (Reprodução do Facebook)
Juana Zanchetta e banda no bloco “Namoro, mas não caso”. Foi a apresentação de despedida da sambista capixaba, que ouviu o coração e foi para São Paulo fazer residência em obstetrícia – sua outra paixão. (Reprodução do Facebook)

Sem verde, sem rosa e sem organização
Por falta de organização da Estação Primeira de Mangueira, a verde e rosa carioca está cortada da Feijoada da revista Class. Quem perdeu foi eles, porque o evento é um dos mais badalados da sociedade capixaba. Conforme a coluna informou, a direção da revista estava em negociação para trazer a bateria da escola de samba do Rio de Janeiro. Contudo, a coisa por ali não anda muito direitinho não. Não faz mal: vai ter feijoada, vai ter samba, vai ter bateria: aguardem!

Falando na Mangueira…
… Cid Carvalho, que assinou como carnavalesco da campeã do carnaval capixaba, Mocidade Unida da Glória (MUG), perdeu espaço na verde e rosa carioca. E com uma saída para lá de triste.

Ele e o presidente da escola, Chiquinho da Mangueira, até se desentenderam e o carnavalesco foi para as redes sociais botar o grito para fora. ““Não faço política suja e covarde, faço arte e respeito a Instituição que represento! Não vou entrar no mérito das afirmações do Presidente da Mangueira, quem me conhece sabe do meu caráter e da minha verdade. Não respeito covarde! Não respeito quem se esconde!”. afirmou ele.

Cid também propôs um desafio ao presidente da Mangueira: “Se o Chiquinho da Mangueira e o Júnior Schall, desmentirem que nós tínhamos um acordo para continuarmos o trabalho para 2016, independente do resultado de 2015, eu é que sou o safado e sem caráter dessa estória! Está lançado o desafio!”, disse ele. Em 2015, a Mangueira amargou o 10º lugar no desfile da Sapucaí.

Essa história foi contada por José Luiz Kfuri, e quem há de contestar?
“Um vendedor de DVD pirata no Triângulo:
– Tenho os filmes do Oscar, vai querer?
Eu disse que não compro, porque ajuda ao crime organizado. Ai ele respondeu:
– Pagar imposto também!”
É mole??

Os produtores culturais Wesley Telles e Bruna Dornellas, ladeando o a atriz Helena Ranaldi, que esteve no último fds se apresentando em Vitória. (Crédito: Vitor Zorzal)
Os produtores culturais Wesley Telles e Bruna Dornellas, ladeando o a atriz Helena Ranaldi, que esteve no último fds se apresentando em Vitória. (Crédito: Vitor Zorzal)