Festival de Chorinho não vai morrer

Para a Alegria do senhor Raimundo Oliveira, ou Raimundo Gentileza, o Festival de Chorinho 2015 vai sair. E será como tem que ser: 23 de abril, Dia nacional do Choro. Uma data escolhida em homenagem à data de nascimento de Pixinguinha, uma das figuras exponenciais da música popular brasileira, e em especial do choro.

As atrações da 11ª edição do evento serão os grupos Carne de Gato, Samba de Quintal e Regional Harmonia.

O Dia Nacional do Choro ganhou, há 11 anos, tem uma comemoração especial no Morro dos Alagoanos. O Encontro de Chorinhos e Chorões tem o objetivo de produzir, difundir e preservar o estilo musical do chorinho, um estilo musical totalmente brasileiro. Além disso pretende levar opções de entretenimento com qualidade artística e cultural para a comunidade.

Segundo o idealizador do evento, o próprio seu Raimundo, nas últimas onze edições sete mil pessoas assistiram aos shows, 80 músicos se apresentaram (em todas as edições sempre músicos do Morro dos Alagoanos fizeram parte da programação artística), cerca de 15 famílias prepararam alimentos e venderam produtos para os expectadores e artesãos do próprio bairro fizeram as camisas de cada edição e venderam souvenires e artesanato.

Grandes chefs

Cleuza Costa e Juarez Campos (Cloves Louzada)
Cleuza Costa e Juarez Campos (Cloves Louzada)

Juarez Campos fez uma homenagem à Isaura Caliari, que atua no ramo da gastronomia desde 1990, durante encontro de mulheres chefs de cozinha

Falando em gastronomia…
…Érica Semião e Raimundo Nonato preparam para os dias 10 a 19 de abril a primeira edição do Burger Fest. Cerca de quinze lanchonetes e hamburguerias criaram até três hambúrgueres especialmente para o festival.

Luiz Fernando e Leticia Stefenoni com o pequeno Luiz Eduardo
Luiz Fernando e Leticia Stefenoni com o pequeno Luiz Eduardo

Sinal da crise
Essa quem contou foi Jorginho Santos (leia-se Revista Class): na feirinha de Jardim da Penha, somente duas barracas garantem movimento – a pastelaria e a do acarajé, que mesmo a RS 8,00 a unidade ainda atrai fregueses. Ela estará, como há mais de 10 anos, na Feijoada CLASS, dia 22 de março no Cenário Hall.

Alguém explica?
A Quaresma começou na quarta-feira de Cinzas, que neste ano caiu no dia 18 de fevereiro. Tudo certo, até aí. Mas nesta sexta-feira, 13 de março (quase 30 dias depois), “a Casa Rio Botequim informa aos seus clientes e à imprensa que não funcionará nos sábados à tarde a partir de amanhã (14/3). Retornaremos com nossa tradicional feijoada na tarde do dia 11/4″. Explicação: “Em função da Quaresma e da Semana Santa”. Oi???