Com promessa de sold out, O Rappa está garantido no verão

o rappapor Lucas Rezende

Quando O Rappa anuncia show em Guarapari, em pleno verão, todo mundo já fica de cabelo em pé. Também pudera: eles já fizeram o Multiplace Mais fechar de tanta lotação. Agora, em espaço maior, na Pedreira, eles vão voltar no dia 16 de janeiro para a apresentação de veraneio que já virou tradição para os capixabas. Falcão e sua trupe, ainda trabalhando com o disco “Nunca tem fim”, prometem entoar sucessos como “Boa noite Xangô”, “Cruz de tecido” e “O horizonte é logo ali”. Como não precisa ser parente de Mãe Dinah para saber: promessa de sold out e de entrar para o hall de melhores shows da estação.

Prata da casa
O cantor e multi-instrumentista capixaba SILVA acaba de lançar o clipe de “Eu sempre quis”, faixa que integra seu terceiro álbum de estúdio, “Júpiter”. Ele protagoniza o clipe dirigido pelo carioca Julio Secchin e o álbum completo estará disponível exclusivamente no Spotify a partir do dia 20 de novembro e nas demais plataformas digitais (Rdio, Deezer, iTunes e Google Play) no dia 27. O disco físico também chega às lojas pelo selo slap ainda este mês.

Encantando gerações
Falando em SILVA, ele cantou ao lado de Lulu Santos no último sábado na Área de Eventos do Shopping Vila Velha. A apresentação de Lulu, aliás, durou cerca de 01h40min, resultado de um enfileiramento de 25 faixas. O cantor, que sempre reclamou da sauna que é a Arena Vitória, era só felicidade com o novo local muito bem climatizado: “Obrigado por virem sempre. E nós vamos estar sempre aqui. Porque isso não vai acabar hoje nem amanhã”.

Vera Fischer, Mario e Lia Tironi, Tato Gabus Mendes e Bruna Dornellas: após a peça "Relações Aparentes" no Teatro Universitário (Foto: Vitor Zorzal/WB Produções)
Vera Fischer, Mario e Lia Tironi, Tato Gabus Mendes e Bruna Dornellas: após a peça “Relações Aparentes” no Teatro Universitário (Foto: Vitor Zorzal/WB Produções)

Bonzinho
E a fama de cricri de Lulu Santos foi por terra. Durante sua passagem pelo Estado, o jurado do “The Voice Brasil” foi simpático com todos, atendeu produção, convidados e fãs, a-do-rou as garrafas de água de coco personalizadas com seu nome e, no final, deu o ultimato para o produtor Patrick Ribeiro, responsável por várias de suas vindas ao Espírito Santo: “Ano que vem estou de volta”.

“A culpa não foi minha”

Ludmilla quase que não chegou em Vitória para cantar no Baile da Favorita neste fim de semana. Com atraso, a funkeira subiu ao palco da festa depois de ter, com muito custo, conseguido autorização da INFRAERO para decolar do aeroporto Santos Dumont, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Duas apresentações de Lud em São Paulo não tiveram a mesma sorte e acabaram canceladas.